fbpx

O QUE FAZEMOS

Conectamos startups à corporates. As corporates conseguem atingir seus desafios de inovação com maior rapidez, enquanto as startups têm a oportunidade de conhecer melhor seu mercado e gerar negócios.

COMO FAZEMOS

Através da inovação aberta, conectando a solução da startup aos desafios internos e de mercado das corporates. Corporate e Startup decidem juntas o tipo de projeto, e nós (equipe LinkLab), acompanhamos e garantimos o flow.

O QUE BUSCAMOS

Startups com tecnologias e soluções para diferentes áreas, que atendam os desafios de inovação das corporates conectadas ao programa. A startup pode estar em outros programas como incubadoras, aceleradoras ou ter recebido investimentos.

COMO PARTICIPAR

As inscrições para se conectar ao LinkLab são contínuas e feitas aqui pelo site. Mensalmente, as coporates selecionam startups para os pitches. Após aprovação da solução, é agendada a reunião de alinhamento do projeto entre as partes.

CORPORATES

confira com quem você pode se conectar

CoFundador

LinkLab Primavera (Florianópolis)

  • TODAS
  • Florianópolis (Primavera)
  • São José
  • Joinville (Ágora)
  • Virtual

Grupo Nexxera

Ambev

ArcelorMittal

Bloco

Catarinense Pharma

Cesusc

CISA

Clamed

Code7 – Flex

CTG Brasil

Dimas

Engie

FCDL

Fort Atacadista

Governo de Santa Catarina

Grupo ND

O Grupo ND é o maior produtor de conteúdo regional do estado e um dos mais importantes conglomerados de comunicação do Brasil. Hoje, com mais de 32 anos, o Grupo ND atua em todas as regiões, sempre com o objetivo de mostrar a notícia de perto e de estar presente na vida de milhões de catarinenses. São mais de 470 funcionários em todo estado, que trabalham em busca das melhores informações para Santa Catarina. A missão do Grupo ND é retratar a vida da nossa gente, pois quanto mais investe nela, mais ela os inspira a seguir em frente.

Koerich

Marisol

Orbenk

Porto Itapoá

Realize

Schulz

Seta Engenharia

Teltec

Tigre

Uniasselvi

Unimed Grande Florianópolis

Univen

Whirlpool

IMPACTOS

alguns números que tivemos por aqui

0
%

FATURAMENTO

aumento médio de
faturamento das startups
0
%

TAXA DE SUCESSO

negócios fechados entre
startups e corporates
+
0

PROJETOS

entre startups
e corporates

BENEFÍCIOS

um montão de coisa boa para você

null
30 CORPORATES para se conectar e fechar negócio
null
REDE LINKLAB espaços colaborativos com áreas de coworking
null
NETWORKING em eventos, cursos e workshops
null
ECOSSISTEMA ACATE um dos mais inovadores do Brasil
null
BENEFÍCIOS ACATE desconto em eventos, plano de saúde, etc
null
PARCEIROS E MENTORES apoiando o desenvolvimento do negócio
null
INOVAÇÃO ABERTA desenvolvimento, experimentação e novos negócios
null
PACOTES E DESCONTOS Oracle, Amazon, CoBlue, Reev, Google, Moskit, HubSpot, outros
null
CONEXÃO com outras startups e empresas

CASES LINKLAB

nossas estrelas brilham muito por aqui

Startup Equilibrium recebe aporte de R$ 1 milhão da Invisto

Empresa participa do programa de inovação aberta LinkLab, da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE), e atua no aquecido setor de logística

Na contramão da crise, a Invisto – maior hub de investimentos em venture capital da região sul do Brasil – é a prova de que a pandemia do novo coronavírus não está atrapalhando as rodadas de investimento das startups. Referência para investidores que buscam oportunidades em scale-ups localizadas em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, a gestora acaba de anunciar o aporte de R$ 1 milhão na Equilibrium, empresa de Florianópolis que otimiza e gerencia o processo logístico de mercadorias no país.

De acordo com Marcelo Wolowski, CEO da Invisto, duas são as principais motivações para investir na Equilibrium. A primeira é a relação de longa data com os fundadores da Equilibrium e a participação ativa deles nos programas estratégicos da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE), em especial o Grupo Temático de Investimentos, dirigido por Wolowski. O segundo fator é a semelhança da empresa com a Axado, investida em 2013 e vendida para o Mercado Livre em 2016. “Diferentemente da Axado que iniciou suas atividades junto ao e-commerce, a Equilibrium trabalha junto a indústrias e varejistas que precisam entender o oferecer melhores soluções de logística para uso interno e para seus clientes.

A Equilibrium integra o LinkLab, programa de inovação aberta da entidade que conecta startups a médias e grandes empresas. Por meio do programa, a startup passou a fechar negócios com grandes empresas, como Havan, Hippo, Clamed, Grupo Pereira, entre outros. Isso acelerou o crescimento da Equilibrium e sacramentou a percepção da Invisto de que se tratava de mais um bom investimento.

 “Estamos em Santa Catarina e temos facilidade em acompanhar o crescimento e a evolução das scale-ups do sul do Brasil, apoiando os empreendedores e fortalecendo o ecossistema. Esse triângulo entre empresários, ACATE e o Fundo é a garantia de que participamos dos negócios que a gente ajuda e a segurança de que todos os players do setor estão conectados”, explica Wolowski.

 O investimento na Equilibrium acontece em um momento onde o isolamento social decorrente da pandemia do novo coronavírus fez crescer ainda mais a demanda por soluções inteligentes na área de logística. Por meio da inteligência artificial, a plataforma conecta empresas que têm necessidade de transporte de cargas às melhores transportadoras, priorizando a opção com o custo-benefício mais vantajoso. Com o montante recebido, os sócios esperam evoluir a tecnologia para atuar em toda cadeia de suprimentos.

“Somos uma plataforma de Digital Supply Chain e começamos pelo segmento de transportes, onde as dores dos clientes ainda são muito grandes, mas estamos expandindo com soluções para gerenciamento das atividades de todo fluxo logístico, da separação dos produtos até a entrega aos clientes finais “, afirma Marcos Arante, CEO da Equilibrium.

Na foto os sócios da Equilibrium, Marcos Arante (de preto) e Fábio Nunes (de branco) no LinkLab Primavera.

 

   

Hippo triplica entregas diárias em parceria com startup de logística Equilibrium

Tecnologia otimizou as entregas durante a pandemia e ajudou a atender a alta demanda gerada pelas vendas Com o aumento nas vendas desde o início da pandemia da Covid-19, os supermercados, além de tomar as medidas de precaução nas lojas físicas, precisaram se adaptar para o crescimento do comércio online. Uma pesquisa realizada pela consultoria Ebit/Nielsen no mês de março constatou um crescimento de 96% no "varejo de autosserviços", os supermercados. No mesmo período, todo o comércio digital subiu 13%. Junto a isso, os supermercadistas ganharam o desafio de realizar as entregas em um  prazo viável para os consumidores.  Na rede de supermercados Hippo, de Florianópolis, a tecnologia se tornou uma aliada fundamental para conseguir dar conta de atender o aumento da demanda. A rede fazia em média 46 entregas diárias no mês de março, e viu esse número passar para 150 em abril.  Por meio de uma parceria com a Equilibrium, iniciada em janeiro de 2020, o Hippo conseguiu rapidamente melhorar o processo de logística. A startup desenvolveu uma plataforma de digital supply chain, na qual é possível conectar empresas que têm necessidade de transporte de cargas com diferentes perfis de transportadoras, além de gerenciar todas atividades do fluxo logístico, da separação do pedido até a entrega para o cliente final.  

“Logo no primeiro mês de uso da solução houve um ganho de 30% na capacidade de entrega e foi constatada a necessidade de contratação de mais pessoas para atuarem na separação dos pedidos. Porém, sem estar nos planos, a Covid-19 apareceu e as pessoas simplesmente passaram a fazer compras online, triplicando o volume de pedidos nesse período e, consequentemente, a necessidade de otimizar o processo logístico”, explica Gabriel Fernandes, Head de Tecnologia e Inovação do supermercado.
O Hippo e a startup se aproximaram em 2019 através do LinkLab ACATE (Associação Catarinense de Tecnologia),  espaço de inovação que aproxima média e grandes empresas a startups. A Equilibrium estava chegando no mercado, e viu no LinkLab a oportunidade de criar conexões com as corporates que buscam inovação e acelerar os seus negócios. 
“O maior desafio para uma startup é conseguir os primeiros clientes. Para a Equilibrium esse projeto é de extrema importância, pois estamos gerando valor para o nosso cliente, trazendo redução de custos e maior eficiência operacional. A quarentena acelerou a nossa parceria e crescemos juntos”, destaca Marcos Arante, CEO da Equilibrium.
    Confira o vídeo da matéria que saiu no Tech SC (Globoplay).

Com tecnologia de Nina, Unimed Grande Florianópolis diminuiu em até 30% faltas em consultas e procedimentos

A procura pela transformação digital é uma tendência em negócios de todos os setores — e na saúde não é diferente. Em busca de startups para trazer soluções ao seus desafios de inovação, a Unimed Grande Florianópolis procurou o LinkLab, programa de inovação aberta da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE), que tem objetivo de aproximar startups de médias e grandes empresas. Por meio do programa, ocorreu a conexão com a startup Nina Tecnologia, que desenvolve o sistema de confirmação de presença em consultas e exames para qualquer tipo de estabelecimento com procedimentos agendáveis, padronizando tarefas sem necessidade de intervenção humana. A diminuição de custos e a aceleração de processos são alguns dos benefícios que a tecnologia pode oferecer às corporates. A ferramenta diminuiu em 30% o volume de faltas em consultas e procedimentos, em comparação com o trabalho manual que antes era realizado por até cinco pessoas. Por meio de mensagem no WhatsApp, SMS, chamada telefônica, e-mail e push notification, a plataforma funciona de forma integrada ao software de gestão da empresa e pode ser customizada de acordo com a preferência do cliente “Nossa expectativa é revolucionar o mercado de agendamento de consultas e procedimentos. Participar da cápsula de inovação no LinkLab São José está nos ajudando nessa missão. Através dela, em quatro meses, estamos contando com serviços de nove startups, tendo um projeto já finalizado, dois em andamento e ainda cinco startups em negociação”, conta Juliano Varnier, Gerente de Tecnologia e Inovação da Unimed Grande Florianópolis. O objetivo do LinkLab, que já está em operação desde 2017 e, em 2019, atingiu 300% de crescimento em número de unidades e 280% em empresas patrocinadoras conectadas, é facilitar o contato e a conexão entre esses players e favorecer a geração de negócios. O programa utiliza diversos artifícios para atingir este objetivo, como a disponibilização de um espaço colaborativo e compartilhado que as empresas participantes podem frequentar diariamente, além de eventos, workshops, mentorias para auxiliar as startups em seu desenvolvimento e apresentação de pitches para investidores e diretorias das grandes empresas. “É muito importante para uma startup com pouco tempo de vida ter em seu portfólio de clientes uma empresa do porte da Unimed Grande Florianópolis, isso nos traz credibilidade no mercado e novas oportunidades de negócios no segmento”, conta Roberto Dozol Machado, CEO da Nina Tecnologia, que também atende as sedes da Unimed Litoral e Tubarão. O LinkLab é um programa que opera em rede, e conta hoje com três unidades — Florianópolis, São José e Joinville — 31 corporates e mais de 45 startups conectadas. Um dado que permite identificar o potencial transformador do programa está relacionado ao PIB interno do LinkLab nas cidades. Em São José, por exemplo, juntando o faturamento anual de todas as corporates conectadas ao programa, o projeto soma mais de R$ 22 bilhões.  Segundo Silvio Kotujansky, vice-presidente de Mercado da ACATE, o case da Unimed Grande Florianópolis evidencia como um ecossistema organizado, junto a uma metodologia consistente de conexão, planejamento e acompanhamento das relações, pode elevar de forma significativa o grau de inovação no mercado. “Acredito que a estrutura desenvolvida, somada aos modelos de parceria e à experiência dos times do LinkLab e de Transformação Digital das corporates, tem gerado grande impacto no crescimento de ambos negócios”, afirma Kotujansky.