s
About Us
Lorem Ipsum is simply dummy text ofering thetonat sunrising printing and typesetting industry seo is partysipati carma. Lorem Ipsum is simply dummy,
Follow Us

Blog

Mercado de logística: um mar de oportunidades para startups

Os onze dias de bloqueios nas estradas brasileiras impactaram negativamente diversos setores da economia: alimentação, transporte, construção civil e produção industrial, desde automóveis até a agropecuária. Firmado o acordo entre os caminhoneiros, as associações e o governo, fica o desafio de reorganizar a cadeia produtiva, restabelecer o fluxo de caixa e as finanças das empresas, além da necessidade de modernização do mercado de logística.

Em entrevista à redação do portal Pequenas Empresas Grandes Negócios (PEGN), o especialista em logística Paulo Oliveira afirmou que já existiam indícios da paralisação. Para ele, a greve colocou em voga os problemas que o País enfrenta no mercado de logística, principalmente no que se refere aos transportes, já que está concentrado na malha rodoviária. O pesquisador lembrou ainda que as startups têm surgido para resolver e otimizar os gargalos do setor.

E não estamos falando de empreendedores que pretendem reinventar a roda. Uma startup que atua nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, aumentou a carteira de clientes em cinco vezes durante a paralisação. O que eles fazem? Os entregadores se locomovem de bicicleta pela cidade! Outra empresa conecta motoristas que voltariam com o caminhão vazio a empresas que teriam cargas para transporte naquela região, resolvendo um obstáculo gigantesco do setor: o caminhão ocioso.

Outros desafios do mercado de logística são falta de profissionais, eficiência na distribuição de cargas, investimento em tecnologia da informação, situação das estradas brasileiras e dependência de uma única fonte de energia para locomoção dos veículos.

Como as startups podem otimizar o mercado de logística no Brasil?

Planejamento estratégico

Por definição, a logística é uma área da administração voltada para o armazenamento, circulação e distribuição de um produto. Todavia, o mercado de logística vai muito além da expedição, estoque e transporte: ele envolve desde a gestão financeira, passando pelos recursos humanos, até o desenho de processos. Assim, as soluções oferecidas pelas startups brasileiras têm o desafio de otimizar o planejamento estratégico das organizações para que seja possível acompanhar o fluxo de trabalho de vários setores, bem como a passagem de bastão entre as áreas, além de melhorar a comunicação interna das empresas.

Gestão de produtos

Embora a concentração do escoamento de produção brasileira seja por via rodoviária, há também transporte por meio de avião, ferrovias e navios. É comum que haja perda de matéria-prima entre um modal e outro, principalmente quando se trata de grãos, cereais ou frutas. No transporte da soja, por exemplo, a cada movimento perdem-se alguns gramas do produto. Assim, é necessário novos projetos que tornem esse processo mais eficiente e reduzam desperdícios.

Gestão da informação

Investir em tecnologias da informação é primordial para o bom funcionamento dos negócios. No entanto, o mercado de logística brasileiro conta com empresas de diferentes tamanhos e é difícil para as pequenas contratarem esse tipo de solução. Dessa forma, as startups precisam disponibilizar softwares voltados para o mercado com boa escalabilidade para abranger organizações com maturidade distintas.

Um bom software para o mercado de logística deve ser capaz de controlar as operações das transportadoras, funcionar como um centro colaborativo de logística envolvendo a empresa, os transportadores, entregadores e os clientes, reduzir custos por meio do planejamento e otimização de rotas, além de melhorar a prestação de contas e garantir uma gestão de pátio eficaz.

Política ambiental

Os gestores também precisam se preocupar com as diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos, uma vez que são as próprias empresas que trabalham com produtos recicláveis que devem dar o destino final a eles. Como pensar na logística de uma mercadoria desde o seu nascimento até o descarte final tem se apresentado como um grande desafio para o mercado de logística brasileira. Esse é outro ponto que pode ser otimizado pelos empreendedores que pretendem investir no setor.

Relacionamento com a comunidade

Os gestores das empresas querem ter propósito, querem conduzir organizações que tenham responsabilidade social e que dialoguem com a comunidade. Um mercado que passa por centenas de municípios acaba amplificando a oportunidade de colocar isso em prática. Uma boa ideia é se conectar a cooperativas de catadores de materiais recicláveis ao longo das federações assim é possível criar esse senso de comunidade e dar o destino correto aos produtos no final do seu ciclo de vida.

Ficou interessado em empreender no mercado de logística? Conheça algumas formas de tirar essa ideia do papel lendo o artigo: Incubadora, acelerado e programa de inovação aberta. Qual a diferença.