s
About Us
Lorem Ipsum is simply dummy text ofering thetonat sunrising printing and typesetting industry seo is partysipati carma. Lorem Ipsum is simply dummy,
Follow Us

Blog

Gestão de Pessoas para startups: como lidar?

Uma startup nasce repleta de desafios, como obtenção de investimentos, desenvolvimento de produto, estratégias de marketing, entre outros. Evidentemente, com uma equipe pequena, como na maioria das startups, investimentos em gestão de pessoas não são prioridade.

No entanto, à medida que a startup cresce, algumas com um crescimento exponencial de equipe em poucos meses, a gestão de pessoas passa a ser prioridade. O crescimento de startups tem cunho fortemente colaborativo e as construções em grupo são valiosíssimas para o crescimento.

As consequências que a startup pode enfrentar por não implementar a gestão de pessoas em seus processos são diversos e vão desde baixa produtividade e desmotivação até a estagnação do seu crescimento.

 

O significado de Gestão de Pessoas

A gestão de pessoas diz respeito a qualquer processo envolvido com: motivação, produtividade, satisfação, engajamento, retenção, bem-estar e saúde dos colaboradores.

A gestão de pessoas eficaz acontece quando os indicadores e métricas relacionados a esses parâmetros estão em alta, sendo responsabilidade de todo líder estar envolvido diretamente nesses processos.

O quanto antes a startup entender isso e proporcionar orientação e treinamento para os líderes sobre gestão de pessoas, menos ela sofrerá com baixa produtividade, desmotivação, turnover e desligamentos.

 

Estruturar a Gestão de Pessoas

O ideal é que a startups contratem um profissional ou consultoria especializada no setor de Recursos Humanos, assim ganham maiores condições de realizar uma boa gestão de pessoas, a começar pela contratação de perfil adequado à cultura organizacional.

Fundadores de startups podem identificar a cultura organizacional refletindo sobre seu próprio estilo de gestão e liderança, ao gerenciar projetos e equipes.

Devem entender também que a cultura organizacional é o produto dos comportamentos de todos os colaboradores, portanto os comportamentos observados na startup predizem os impactos da cultura organizacional no futuro da empresa.

Empresas que incutem a mentalidade do fundador, redescobrem sua missão insurgente, renovam sua obsessão pela linha de frente e disseminam esta cultura por toda a organização.

 

O papel da Liderança

Os líderes de empresas inovadoras lidam dia a dia com os desafios de criar um ambiente em que as pessoas sintam-se motivadas e desafiadas a gerar ideias e a desenvolver projetos inovadores. Mas qual é a influência de líderes na capacidade de inovar ?

Primeiro, sendo confiáveis e transmitindo de forma honesta e objetiva histórias sobre o futuro, mesmo que tenham dúvidas de como chegar até esse futuro. Segundo, reconhecendo que o ganho econômico se dá por meio da criação permanente, desafiando paradigmas e modelos dominantes, e valorizando as pessoas. O econômico pode até ser o fim, mas nunca o meio.

Finalmente, desafiando suas organizações e suas equipes para irem além. Criando um ambiente inspirador e produtivo, com uma definição clara de objetivos, pessoas capazes e treinadas e processos bem definidos.

 

Comunicação Interna

A comunicação interna eficiente dispensa numerosas reuniões, pois ela incentiva a troca espontânea de informações entre as pessoas, com medidas que tornam a comunicação agradável e assertiva.

A startup pode comunicar por e-mails informativos atraentes, murais interessantes e softwares de comunicação. Além de informar sobre metas e prazos, a comunicação deve contar com aniversários dos colaboradores, datas comemorativas, festas e eventos culturais. É válido organizar happy hours, que incentivam a aproximação e a integração das pessoas. Esses eventos estimulam a comunicação espontânea entre os colaboradores e fortalecem a cultura organizacional.

 

Importância do Onboarding

Esse processo refere-se à iniciação de novos colaboradores nas startups e tem como principais objetivos reduzir a rotatividade e economizar tempo na inserção de novas pessoas na cultura organizacional.

No processo Onboarding eficiente, a startup apresenta todas as filosofias, regras, ambiente de trabalho e colegas de equipe. Nesse momento vale usar a criatividade para fazer a ambientação de modo mais leve e integrativo para os recém-chegados.

Feedbacks

O sucesso no feedback acontece quando se tem como objetivo o aprendizado. Isso vale para feedbacks positivos e para negativos, o foco deve ser o comportamento em uma situação específica. Nunca deve ser sobre a pessoa ou o seu perfil. Quando o feedback é direcionado e assertivo, as pessoas aprendem a aprimorar o comportamento, focando em um ponto de melhoria de cada vez.

O principal ponto de um feedback é evidenciar e deixar claro um comportamento que precisa ser revisto, sem conter julgamentos. Tenha como premissa o respeito e a construção de um bom relacionamento. Existem três pilares para um feedback eficiente – Situação, Comportamento e Impacto.

O primeiro passo é trazer a pessoa até a situação. Deixar claro onde e quando ocorreu o evento ou circunstância, colocando a pessoa dentro do contexto. O segundo passo é descrever os comportamentos específicos que deseja abordar. E para finalizar, o feedback deve descrever o impacto gerado pelo comportamento ou evento.

O feedback de desligamento é uma oportunidade de obter insights sobre a realidade da startup, é uma excelente forma de reter talentos e diminuir a rotatividade. Dessa forma, a empresa pode tomar medidas para solucionar os problemas em gestão de pessoas ou no ambiente de trabalho.

 

 

A gestão de pessoas eficiente entende que pessoas são o que uma organização tem de mais importante e mais valioso. Por isso, o investimento e o foco em pessoas devem ser vistos como objetivos da empresa, assim o crescimento coletivo terá como efeito o sucesso da startup.

 

Propósito

O Golden Circle (Círculo Dourado) é um conceito criado pelo especialista em liderança Simon Sinek, que tem como objetivo criar e desenvolver o valor de uma nova ideia, negócio ou campanha, com sucesso. É uma metodologia simples, que causa um grande impacto positivo, torna as empresas mais inspiradoras e aumentam o valor no mercado.

Seguir essa linha de raciocínio faz com que o empreendedor tenha foco naquilo que ele acredita, defina seus objetivos com clareza e perceba quais são as atitudes que ele precisa tomar para alcançar o que deseja.

Isso permite que a liderança se comunique com colaboradores, fornecedores e clientes de forma mais clara, o que motiva e inspira as pessoas, aumentando a sua identificação com a empresa e elevando o valor de sua marca.

Além disso, as empresas que adotam esse modelo, buscam pessoas com os mesmos valores, o que contribui para que ela cresça e seja cada vez mais produtiva.